Daqui cem anos não importará:
o tipo de carro que dirigi,
o tipo de casa que morei,
o tipo de roupas que vesti e
nem quanto eu tinha depositado no banco.

Mas o mundo poderá estar um pouco melhor, isso porque:
fui importante na proteção da vida e na formação de pessoas: fui BIÓLOGA, fui PROFESSORA.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Atividade de Biologia - 1º ano do Ensino Médio - Introdução à Biologia

Atividade de Biologia -  1º ano do Ensino Médio - Introdução à Biologia

Dica para professores: Essa atividade é uma atividade completa para que os alunos possam ter um esquema de estudo para avaliação sobre o assunto. É interessante aplicar essa atividade no final da matéria para que assim os alunos possam respondê-la mais avidamente. Abaixo você encontra a respostas das questões.

Dica para alunos: Leia atentamente cada uma das questões e procure asociar a resposta com os seus conhecimentos adquiridos em sala de aula. Você deverá desenvolver uma ligação entre as perguntas e assim tentar respondê-las oralmente antes de escrever a resposta em seu caderno.

para baixar a atividade no formato "pdf".clique aqui  





01 Em que se diferenciam as células procarióticas e eucarióticas?

Os eucariontes são todos os seres vivos com células eucarióticas, ou seja, com um núcleo celular rodeado por uma membrana chamada carioteca (ou seja, núcleo individualizado, separado do citoplasma) e com várias estruturas especializadas. Possuem DNA associado a proteínas.  Os procariontes são organismos unicelulares, ou seja, de uma única célula e não tem a membrana que envolve o núcleo.Eles não tem organelas, e o seu citoplasma não é dividido em compartimentos, diferente dos eucariontes.O DNA dos procariontes, muitas vezes é composto por somente um cromossomo circular, ele se localiza numa área chamada nucleoide no citoplasma. A principal e mais importante diferença entre eles é que os seres eucariontes são caracteristicos dos seres vivos, dos reinos animais e vegetais. Já os seres procariontes sao aqueles que são caracteristicos das bacterias e fungos!!!




02 Marque a alternativa correta que representa a teoria mais aceita atualmente para a origem do universo:
a)  Destruição por meteoros
b)  Grande explosão (em inglês Big-Bang) 
c) Inundação por águas de outros planetas
d) Biogênese e abiogênese

Resposta b- Até o momento, a explicação mais aceita sobre a origem do universo entre a comunidade cientifica é baseada na teoria da Grande Explosão, em inglês, Big Bang. Ela apoia-se, em parte, na teoria da relatividade do físico Albert Einstein (1879-1955) e nos estudos dos astrônomos Edwin Hubble (1889-1953) e Milton Humason (1891-1972), os quais demonstraram que o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras. Portanto, no passado elas deveriam estar mais próximas que hoje, e, até mesmo, formando um único ponto.



03 Jan Baptista van Helmont um célebre médico chegou a elaborar uma receita para produzir ratos. Dizia ele: “[...] colocam-se, num canto sossegado e pouco iluminado, camisas sujas. Sobre elas espalham-se grãos de trigo  e o resultado será que , em vinte e um dias, surgirão ratos[...].”  Esse pensamento de Jan Baptista van Helmont se refere a teoria da:
a)   Biogênese 
b) Abiogênese
c) autotrofia
d) heterotrofia

Resposta b- A teoria da abiogênese ou geração espontânea foi a primeira ideia proposta pela origem da vida e teve uma participação muito importante do filósofo grego Aristóteles. Naquela época, como Aristóteles influenciava o pensamento de muitas pessoas, e até de grandes cientistas, essa teoria foi muito aceita. Nessa teoria, os seres vivos podiam brotar a partir da matéria orgânica. Sapos poderiam brotar dos pântanos, vermes brotavam das frutas. Um médico chamado Jan Baptista van Helmont elaborou uma receita de como fabricar ratos por geração espontânea, que consistia em colocar grãos de trigo em camisas sujas e esperar alguns dias. Ele estava tão envolvido com essa idéia que não foi capaz de imaginar que os ratos na verdade eram atraídos pela sujeira, e não brotavam nessa “receita”. O fim da abiogênese: Louis Pasteur, na década de 1860, realizou experimento que derrubou de vez a teoria da abiogênese. Realizou experimentos utilizando frascos de vidro que possuíam o gargalho semelhante à pescoços de cisne. Dentro havia um caldo nutritivo. Esses frascos com caldo foram fervidos e deixados em repouso por alguns dias. Não houve formação de micro-organismos, pois a água que evaporou do caldo ficou retida nas paredes do gargalo e funcionou como um filtro de ar, e os microorganismos ficavam retidos nele, não entrando em contato com o caldo. Pasteur quebrou os gargalos e deixou o caldo em contato com o ar. Após alguns dias ele observou o desenvolvimento de microorganismos no caldo, que antes estavam no ar.



04 Os microorganismos somente foram observados após:
a) A formulação da Teoria celular
b) o surgimento da biotecnologia
c) A invenção do microscópio
d) o desenvolvimento da engenharia genética

Resposta b - Antoni van Leeuwenhoek (1632-1723), comerciante de tecidos holandês, residia na cidade de Delft onde mantinha um cargo público que lhe assegurava renda suficiente para dedicar-se a seu passatempo de polir lentes e construir microscópios. Estes, constituídos de uma única lente de alta qualidade, usava para observar materiais diversos e analisar a qualidade da trama dos tecidos que comprava. Suas melhores lentes proviam um aumento de cerca de 300 vezes, permitindo a observação de algas microscópicas, protozoários e as maiores bactérias. Embora seus estudos carecessem da organização formal da pesquisa científica, sua competência como observador criterioso capacitaram-no a fazer descobertas de importância fundamental. A partir de 1674 começou a observar bactérias, protozoários e leveduras que isolava da água da chuva, de lagos, poços, de tecidos da boca, dentes, saliva e de vinagre. De 1673 a 1723 publica suas observações, com minuciosos desenhos, no Philosophical Transactions da Royal Society of London, sem inquirir, contudo, a respeito da origem dos microrganismos. Em 1683, este periódico publicou um desenho de Leeuwenhoek com a primeira representação de uma bactéria. Leeuwenhoek surpreendeu o mundo científico declarando que os microrganismos que observava eram vivos, por "nadarem" ativamente. Em 1680, observou que o fermento consistia de partículas globulares diminutas, as leveduras. Foi Leeuwenhoek quem descobriu e descreveu pela primeira vez o parasita intestinal Giardia lamblia que isolou de suas próprias fezes em um episódio de diarréia.



05 Como se denomina o processo pelo qual um ser vivo origina descendentes?
a) Força vital
b) Geração espontânea
c) Reprodução
d) Pasteurização

Resposta c -  Graças à reprodução, a perpetuação da vida é possível, desde o seu surgimento. A forma de reprodução que se desenvolveu mais cedo foi a assexuada, processo este em que um único indivíduo é capaz de dar origem a outros, com o mesmo genótipo. A divisão binária, esporulação, brotamento e estaquia são alguns exemplos.
A reprodução sexuada tem como princípio a formação do embrião a partir da união de gametas masculino e feminino, dando origem a indivíduos semelhantes aos pais, mas não idênticos, como na reprodução assexuada. Por tal motivo, ela é muito importante no que se diz respeito à variabilidade genética.



06 os cientistas acreditam que a vida na Terra surgiu
a) Há 10 mil anos
b) entre 3,0 milhões e 5 milhões de anos
c) Há 65 milhões de anos
d) entre 4 bilhões e 5 bilhões de anos

Resposta b- A Vida na Terra terá surgido á cerca de 3400 M.a., como o parecem demonstrar os fósseis de procariontes encontrados na África do Sul. As células eucarióticas terão surgido há cerca de 2000 a 1400 M.a., seguidas dos organismos multicelulares há cerca de 700 M.a. Neste espaço de tempo os fósseis são abundantes, indicando um processo evolutivo rápido. Até ao século XIX considerava-se que todos os seres vivos existentes se apresentavam como sempre tinham sido. Toda a Vida era obra de uma entidade toda poderosa, fato que servia para mascarar a não existência de conhecimentos suficientes para se criar uma explicação racional.  Esta teoria, o Criacionismo, no entanto, já no tempo da Grécia antiga não era satisfatória. De modo a contornar a necessidade de intervenção divina na criação das espécies, surgem várias teorias alternativas, baseadas na observação de fenômenos naturais, tanto quanto os conhecimentos da época o permitiam.



07 Como se denomina o organismo que precisa obter substâncias orgânicas do ambiente para usá-las como fonte de energia e de matéria-prima para se manter vivo?
a) Heterótrofo
b) autótrofo
c) procarionte
d) eucarionte

Resposta a - Seres Heterótrofos são os seres vivos que para conseguir o seu alimento precisam consumir um outro ser vivo. Por isso, os heterótrofos são consumidores, pois apenas consomem a energia e a matéria orgânica de outro ser vivo.Todos os animais, algumas bactérias, os protozoários e os fungos são heterótrofos.Os heterótrofos podem receber nomes diferentes conforme os seus hábitos alimentarescarnívoros, herbívoros, piscívoros, granívoros, onívoros e etc



08 Qual é a denominação dada a um organismo capaz de sintetizar seu próprio alimento a partir da energia luminosa?
a) Heterótrofo
b) autótrofo
c) procarionte
d) eucarionte

Resposta b - Os seres autótrofos (auto=por si mesmo; trofos= alimento,alimentação), são aqueles capazes de produzir o seu próprio alimento, sem depender de outro ser vivo para isso. Através de uma reação química, transformam água, sais minerais e gás carbônico em glicose (energia e matéria orgânica) e oxigênio.  A maioria dos seres autótrofos (algas, plantas e certas bactérias) faz fotossíntese, captando energia luminosa do Sol e utilizando-a na fabricação de matéria orgânica. Existem, ainda, alguns poucos seres autótrofos que fazem quimiossíntese, como, por exemplo, certas bactérias, e obtêm energia para a vida através de reações químicas inorgânicas, sem a presença de luz.  Os seres autótrofos fotossintetizantes, além de produzirem praticamente todo o alimento consumido pelos heterótrofos, liberam oxigênio (O2) no ambiente. Esse gás é utilizado na respiração pelos animais, pelas próprias plantas e por muitos microorganismos.



09 Explique como são formados os gêmeos univitelinos.

A formação de gêmeos univitelinos ou idênticos ou monozigóticos corresponde a um terço dos casos. Esse fenômeno acontece durante o desenvolvimento do embrião (multiplicação celular) quando, após a fertilização de um óvulo por um espermatozóide, o embrião divide-se dando origem a dois ou mais novos embriões com idêntico material genético. Essa forma de gemelaridade pode ser encarada em algumas espécies como um caminho de adaptação para a sobrevivência. Esse princípio parece não se aplicar ao ser humano, onde a ocorrência de gêmeos monozigóticos é aparentemente um fenômeno casual e fracamente hereditário. Contudo, observa-se que um número um pouco maior de gêmeos monozigóticos tem nascido após o uso de medicações para indução da ovulação.

10 Explique como são formados os gêmeos diferentes.

Também denominados gêmeos fraternos. Nessa gestação a mulher é responsável direta pela formação dos gêmeos, pois é ela que tem a característica de estar ovulando nos dois ovários ao mesmo tempo. Em geral as mulheres ovulam um mês em um ovário e no outro mês no outro, porém algumas têm a capacidade de ovular no mesmo mês nos dois, sendo estas as mamães de gêmeos fraternos. Quando uma mulher está ovulando nos dois ovários e tem relação sexual, dois espermatozoide a fecundará (sendo um em cada óvulo) e dará origem a dois bebês diferentes. Os bebês serão diferentes porque se originaram cada um de um óvulo e de um espermatozoide, possuindo portanto genéticas diferentes (iguais em partes por serem irmãos) por isso poderá ocorrer de nascer tanto um casal ou dois do mesmo sexo, tudo vai depender de qual espermatozóide que atingirá o óvulo seja lá dois machos, duas fêmeas ou um macho e euma fêmea.



11 Qual o nome da menor unidade morfológica e estrutural dos seres vivos?
a) átomo
b) célula
c) órgão
d) DNA

Resposta b - A célula representa a menor porção de matéria viva. São as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos. A maioria dos organismos, tais como as bactérias, são unicelulares (consistem em uma única célula). Outros organismos, tais como os seres humanos, são pluricelularesO corpo humano é constituído por aproximadamente 10 trilhões (mais de 1013) de células; A maioria das células vegetais e animais têm entre 1 e 100 µm e, portanto, são visíveis apenas sob o microscópio; a massa típica da célula é um nanograma. A célula foi descoberta por Robert Hooke em 1665. Em 1837, antes de a teoria final da célula estar desenvolvida, um cientista checo de nome Jan Evangelista Purkyňe observou "pequenos grãos" ao olhar um tecido vegetal através de um microscópio. A teoria da célula, desenvolvida primeiramente em 1838 por Matthias Jakob Schleidene por Theodor Schwann, indica que todos os organismos são compostos de uma ou mais células. Todas as células vêm de células preexistentes. As funções vitais de um organismo ocorrem dentro das células, e todas elas contêm informação genética necessária para funções de regulamento da célula, e para transmitir a informação para a geração seguinte de células. A palavra "célula" vem do latim: cellula (quarto pequeno). O nome descrito para a menor estrutura viva foi escolhido por Robert Hooke. Em um livro que publicou em 1665, ele comparou as células da cortiça com os pequenos quartos onde os monges viviam.

O que é ensinado em escolas e universidades não representa educação, mas são meios para obtê-la.
Ralph Emerson


4 comentários:

  1. Legal, mas muito fácil pra mim, que sou aluno do primeiro ano

    ResponderExcluir
  2. muito bom bem completo me ajudo muito!!!!

    ResponderExcluir
  3. gostei, o conteudo está bem completo e bem especificado.

    ResponderExcluir
  4. Sou professora de biologia no ensino médio. Trabalho com turmas de EJAS e ensino regular, e gostaria de receber mais conteúdos relacionados a biologia. abraços Viviane.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário para mim, assim poderei sempre melhorar meu blog.